terça-feira, 12 de maio de 2015

Imigração - Provincial Nominee Program Manitoba e outras provincias

terça-feira, 12 de maio de 2015
Oi gente, tudo bem? E ai, galera, beleza?

Obs. Este post foi escrito em Marco de 2014, sendo assim, algumas regras ou informacoes citadas abaixo podem ter mudado, sendo assim, indicamos que entre no site da CIC para se atualizar - este site esta com um link logo abaixo. Para os que ficam na duvida se as regras mudam - Sim, constantemente!!! Sempre tenham plano A, B, C,...se pretendem imigrar para outro pais, e saiba que se nao deu certo de uma forma, nao era pra ser, mas nao desista dos seus sonhos e corra tras de outra maneira!

Continuando o post sobre imigração, hoje vamos escrever sobre o Processo Provincial de Manitoba!

Antes, vamos escrever o que fizemos antes de conhecer essa modalidade de imigração.
Se você leu o post anterior falando da Imigração através do Processo Federal, vai lembrar que em Maio de 2013 a lista de profissões mudou. Pois é, e a minha não estava entre as profissões selecionadas.

Sendo assim, pesquisamos e pensamos que talvez seria interessante tentar o processo via Quebec. Fizemos novamente entrevista com o despachante via Skype, mas desta vez com a empresa Babel localizada na região sul do Brasil. Eles são especialistas em Manitoba e Quebec. Manitoba, nós acabamos descartando no momento, pois precisaríamos de um vinculo com a Província (seja em termos de estudo, trabalho e amigos residentes na mesma).

Sendo assim, o  Sr Pierre nos orientou a aprender francês aqui no Brasil mesmo onde poderíamos ter aulas particulares via skype e em alguns meses estaríamos aptos. Aptos para que? Para uma entrevista em francês que esta modalidade implicaria. Pelo que entendemos, (pois não sabemos muito sobre a imigração por esta Província) nos só precisaríamos do francês intermediário, pois os outros requisitos necessários nos já tínhamos.

Bom, como não sabíamos nada de francês e iriamos ter que começar do zero, pensamos em adiar essa ideia de imigração e, no ano seguinte, planejaríamos fazer um intercambio para aprender essa nova língua e prestar o teste necessário TCF Quebec (a Aliança Francesa aplica o exame e oferece cursos preparatórios) para iniciar o processo de imigração.

Bom, seria uma saída, não seria um investimento tão alto e se não desse certo, não teria sido em vão aprender uma nova língua, seria mais uma experiencia para a vida.

Enfim, desistimos dessa ideia! E no final das contas foi bom, pois assim que o Processo Federal passou por mudanças, o do Quebec alguns meses depois também alterou. Criaram uma lista de profissões também para entrada via Quebec, um pouco mais ampla que o Federal da qual nossas profissões novamente não faziam parte. Isso que deu estudar turismo hehe.

Foi quando decidimos apostar no Processo Provincial. Em qual Província do Canadá? A escolhida foi Manitoba. Esta província se mostrou a mais receptiva para imigrantes com profissões independente do NOC (0, A, B, C ou D) o que para nós seria fundamental.

Mas e o vinculo exigido por essa província? Pois é, não tínhamos amigos nem parentes residentes na Província e também nunca tínhamos trabalhado ou estudado lá. Ou seja, precisaríamos criar esse vinculo além de pensar, planejar e calcular os gastos, que anteriormente seriam menores para aplicar através de outros processos, agora iriam ficar maiores.

Pesquisamos bastante sobre o processo de imigração Provincial, com foco em Manitoba. Primeiramente, descobrimos que para imigrar através dessa modalidade, poderíamos fazer um curso superior em uma instituição de ensino listada no site da Imigração do Canada (link no post anterior). Assim, a quantidade de tempo de estudo daria o direito de trabalhar esta mesma quantidade após o termino do mesmo, ou seja, se eu estudar um ano, tenho o direito de trabalhar um ano depois que me formar. Assim, estudando no minimo 1 ano com mais esse 1 ano de trabalho estaríamos aptos a aplicar ao CEC (Canadian Experience Class).

No caso de Manitoba, para aplicar para a Residencia Permanente, bastaria a comprovação de 6 meses de trabalho em qualquer profissão na Província (porém em um trabalho que fosse full time e 1 ano de contrato com a empresa). Dai pensamos, vai ficar caro pra caramba estudar no exterior! Ainda mais um curso superior para nós dois. Ai vem a melhor parte - Todo estudante de ensino superior tem por direito levar seu cônjuge e filhos, caso tiver. Os filhos terão direito a educação como qualquer cidadão canadense e o cônjuge ira com visto de trabalho (Open Work) para tentar um emprego enquanto a parceira(o) estuda.

As instituições de ensino em Manitoba não são absurdamente caras, também não são as mais baratas como fui descobrir depois (na província de Newfoundland e Labrador, é possível encontrar cursos com menor preço e com mesmas regras de imigração que Manitoba). Mais importante que a questão preço é que as instituições são boas e reconhecidas internacionalmente. Sendo assim, por que não Manitoba?

Então, encontramos duas possibilidades de intercambio que podem proporcionar uma futura chance de imigração, através do Processo Provincial e também como CEC. Seria uma experiencia singular em nossas vidas.

Para imigrar para Manitoba, há também uma lista de requisitos onde a pontuação necessária é de 67 pontos parecida (se não for igual) a do processo Federal, mas ao invés do requisito profissão ser o "carro chefe", nesse caso é o vinculo com a província que é. As outras províncias também funcionam quase da mesma forma, porém cada uma com suas particularidades.

Se você estiver interessado, entre no site do CIC e busque se informar. Hoje em dia, informações não faltam na internet sobre esse assunto, quando comparado ha uns 5 anos, por exemplo. Temos certeza que elas lhe ajudarão encontrar a melhor opção pra voce ter uma experiencia nesse país cheio de oportunidades! Lembrando que essa é a nossa experiencia através das pesquisas que fizemos antes de vir para o Canadá, e não somos oficiais da informação para dar aconselhamento de imigração, ok? Busque sempre fontes oficias para traçar seu passo-a-passo.

E lembrem-se, se tiverem alguma duvida ou alguma pergunta, deixe seu recadinho ai em baixo e faremos o possível para responder o quanto antes, ok?

Beijos e obrigada por lerem nosso blog,

Aline e Igor

Obs. Se quiserem debater sobre esse assunto, ha um fórum do qual fazemos parte também (não interagimos muito devido a correria do dia a dia, mas super indicamos e sempre que temos tempo, damos uma passadinha nele), que é www.imigrar.com.br/forum. Se você sentir que ainda precisa se informar mais antes de discutir sobre esse assunto com outras pessoas, o próprio site do Rafael, o Imigrar.com.br, tem bastante informação. É sempre aconselhavem ter um minimo de conhecimento para participar dos forums, senao pode ser que voce não saiba distinguir as informações certas.


6 comentários:

  1. Oi Aline, estou pesquisando imigrar pelo processo de Manitoba, eu irei estudar e meu marido trabalhar, mas ficou super assustada pelo que li, vi comentários que diziam que Winnipeg é um lugar frio, muito violento, que tem muitas pessoas desempregadas e que tem poucas oportunidades, que as pessoas que estão ai acabam desistindo por não conseguir uma colocação. Agora te pergunto, para vcs que moram ai, isso procede? Há mesmo muita violência assim, estou muito preocupada tenho um filho de 5 anos. Aguardo sua opinião.
    Obrigada.

    ResponderExcluir
  2. Olá. Estamos acompanhando vcs desde o início. Eu e minha família tbm desejamos estar no Canadá o mais breve possível. Como vcs escolhemos a província de manitoba pela facilidade de trabalhar em qualquer noc e poder criar vínculo com a província. Quero ir primeiro eu e conseguir qq trabalho e criar o vínculo com a província e após ir minha família. Esperamos um dia poder conhecer vcs. Estaremos acompanhando vcs e torcendo para dar tudo certo. Abraços e tudo de bom pra vcs

    ResponderExcluir
  3. Olá. Consegui esse vínculo e não precisarei estudar e trabalhar pra conseguir a PR. Enviamos os documentos online para a MPNP e em breve devem nos dar retorno para aplicar fisicamente para o federal.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Xandão, como você conseguiu esse vínculo? Abraço!

      Excluir
    2. Oi Xandão, como você conseguiu esse vínculo? Abraço!

      Excluir
    3. ola xandão como vc conseguiu esse vinculo ?

      Excluir

BRazuCAs por AI - Em Winnipeg © 2014